Franklin Chang
Individuação e Zeitgeist, vol. 1
CAPA-Franklin-vol1
CAPA-Franklin-vol1

press to zoom
4ª capa
4ª capa

press to zoom
CAPA-Franklin-vol1
CAPA-Franklin-vol1

press to zoom
1/2

VERSÃO PAPEL:

Formato: 17 x 24 cm

Brochura com orelhas, 240 páginas

​ISBN 978-65-87176-XX-X

​Valor: R$ 72,00​ + Frete

SINOPSE:

O professor e terapeuta junguiano Franklin Chang analisa a biografia de personalidades que contribuíram para a correção do espírito de sua época (Zeitgeist) ao seguirem seus processos pessoais de Individuação – no Ocidente, no Oriente e em diferentes momentos da História. A psicologia junguiana, representada por autores como C. G. Jung, Marie-Louise Von Franz e Nise da Silveira, serviu de base para a leitura e interpretação da vida e da obra desse conjunto heterogêneo de biografias, resultando em oito artigos escritos ao longo de vinte anos de estudos e pesquisas do professor.

No volume 1 estão reunidos 5 artigos sobre personagens históricos, da Antiguidade à era Moderna: o legendário conquistador Alexandre, o Grande (356 a.C.-323 a.C.), o alquimista chinês Ko Hung (c.283-c.343), o budista peregrino  Hsuan Tsang (602-664), o sábio taoista Ch’ang-ch’un (1148-1227) se seu encontro memorável com o imperador mongol Gêngis Khan (c.1155-1227) e o padre jesuíta Ruiz de Montoya (1585-1652). No volume 2, o leitor encontra artigos sobre três importantes artistas contemporâneos: Yukio Mishima, o maior romancista japonês do pós-Segunda Guerra, Marguerite Yourcenar, a primeira mulher a se tornar membro da Academia Francesa de Letras, em 1980, e Werner Herzog, o renomado cineasta alemão, autor de clássicos como “O enigma de Kaspar Hauser” (1974), “Nosferatu” (1979) e “Fitzcarraldo” (1982).

Franklin Chang é engenheiro de minas, analista junguiano e professor de psicologia analítica na Unip, São Paulo. Formado pelo Instituto C. G. Jung de Zurique, em 1991, trabalhou na Casa das Palmeiras entre os anos de 1995 e 2001 e foi professor de pós-graduação em psicologia analítica nas universidades Veiga de Almeida e Santa Úrsula, no Rio de Janeiro, e na Faculdade Maria Thereza (Famath), em Niterói. Há mais de 20 anos, pesquisa o processo de individuação e sua relação com o Zeitgeist.